Construção Civil: Conheça 5 Selos de Sustentabilidade que agregam valor à obra

Já há algum tempo, diversos e importantes líderes políticos e pesquisadores de todo o mundo realizam encontros para pautar assuntos relacionados à economia e ao meio ambiente. 

O primeiro deles, em Estocolmo, na Suécia, aconteceu em 1972, pouco tempo depois começaram as primeiras discussões e práticas ligadas à sustentabilidade ao redor do globo. Embora pareça ter um bom tempo, o assunto é relativamente novo e as autoridades ambientais ainda precisam criar e utilizar ferramentas para que o meio ambiente e a sustentabilidade sejam levados em consideração. 

Além disso, esse é um dos desafios da Agenda 2030, um conjunto de programas, ações e direcionamentos que embasam ações para o desenvolvimento sustentável de diversos países membros do grupo das Nações Unidas. Uma das indicações é a construção de cidades cada vez mais sustentáveis e que sejam eficientes, considerando o meio ambiente. 

Partindo disso, o tema sustentabilidade tomou proporções consideráveis dentro do mercado da construção civil e passou a ser uma das principais preocupações entre incorporadoras e construtoras. O desenvolvimento de empreendimentos que respeitassem quesitos sustentáveis e econômicos tornou- se uma demanda crescente, almejando os selos que agregam credibilidade às construções.

No Brasil, existem cinco selos, ou certificações, sendo o LEED (Leadership in Energy And Environmental Design) o mais comum deles. Quando consideramos os demais países que utilizam esse selo, o nosso se encontra em 4º lugar no ranking. 

O seguinte selo que se destaca por aqui é o AQUA-HQE, a classificação acontece baseada em uma mensuração de desempenhos ambientais, certificando construções pelo país. Ainda há o SELO CASA AZUL e PROCEL EDIFICA, além do FSC Brasil. 

Vamos falar um pouco sobre cada um deles. 

Leed | Leadership in Energy and Enviromental Design

O Leed é um sistema internacional de certificação e orientação ambiental para edificações.

Atualmente 143 países fazem o uso desse selo, o principal objetivo é motivar uma transformação significativa em projetos, obras e operações de edificações; o foco é na sustentabilidade. 

A atividade de certificação é realizada pelo Green Building Council Brasil e sua missão é auxiliar o desenvolvimento mais sustentável da construção civil por aqui. 

Como dissemos, o Brasil só fica atrás de países como Canadá, China e Índia no ranking mundial. Atualmente temos 1100 empreendimentos com certificação Leed. 

AQUA-HQE | Alta Qualidade Ambiental

O processo AQUA-HQE certifica construções sustentáveis desenvolvidas em todo o mundo, no Brasil ele é aplicado pela Fundação Vanzolini. 

Desenvolvido na França, a HQE indica Haute Qualité Environmentale. Em nosso país, os critérios continuam obedecendo o conceito criado na França, entretanto, a certificação brasileira obedece a realidade e normas praticadas por aqui, por isso foi adaptado. 

A certificação é concedida apenas após a realização de uma série de auditorias que ocorrem de maneira presencial e independente, a construtora ou incorporadora precisa estabelecer um controle em todas as fases do empreendimento, como o programa, a concepção (projeto), a realização (obra) e a operação (uso do imóvel).

Manual interativo para o pós-obra


➤ Confira, na íntegra, o material que transformará o seu pós-obra. Revolucione!

Selo Procel Edifica

O Programa Nacional de Eficiência Energética em Edificações, o Procel Edifica, surgiu em 2003 quando foi criado pela Eletrobras. O programa atua de maneira conjunta com o Ministério de Minas e Energia, Ministério das Cidades, além de universidades, grupos de pesquisa, entre outros. 

O principal objetivo do programa é incentivar a conservação e o uso eficiente dos recursos naturais que possuímos hoje, a água, luz, ventilação e outros, nas edificações e nos canteiros de obra. Consequentemente, isso faz com que casos de desperdício e os impactos sobre o meio ambiente sejam reduzidos. 

Para dimensionar de modo explicativo, cerca de 45% da energia elétrica utilizada no país ocorre nas edificações e canteiros de obra. 

Para obter o Selo Procel Edificações, a obra precisa ser concebida de modo eficiente desde a etapa do projeto, momento em que são definidos os investimentos e em que há a possibilidade de melhorar os resultados do planejamento de um empreendimento. A avaliação leva em consideração diversas especificações, como o tipo de edificação, é possível conferir neste link

Selo Casa Azul da Caixa Econômica Federal

A Caixa criou este selo com objetivo de classificar os projetos habitacionais espalhados pelo país com base em critérios socioambientais. Essa foi uma das maneiras que a instituição encontrou para promover o uso correto e racional dos recursos naturais nas obras da construção civil, além da melhoria da qualidade do imóvel. 

O selo reconhece os principais projetos habitacionais do Brasil, as soluções que foram adotadas de modo eficiente durante a  construção, o seu uso e a ocupação. 

Essa avaliação possui 6 categorias, sendo elas: 

  • Qualidade Urbana;
  • Projeto e Conforto;
  • Eficiência Energética;
  • Conservação de Recursos Materiais;
  • Gestão da Água; 
  • Práticas Sociais.

 

FSC Brasil

A sigla quer dizer Forest Stewardship Council, que pode ser traduzido como Conselho de Gestão Florestal. A FSC é uma organização independente, não governamental e sem fins lucrativos que foi criada para promover o manejo florestal responsável em todo o mundo. 

Seu principal objetivo é incentivar a compra e, consequentemente, a utilização de produtos à base de madeira proveniente de manejo responsável. 

Quando consideramos a certificação da procedência sustentável da madeira, a FSC é uma das instituições que mais possui credibilidade.

 

Construção Civil: Conheça 5 Selos de Sustentabilidade que agregam valor à obra

Leave a comment