Como planejar o seu orçamento para gastar de modo eficiente?

Uma das etapas mais importantes para a criação de um projeto de empreendimento na construção civil é o planejamento orçamentário, ele deve ser criado de modo inteligente para que não ocorram gastos desnecessários. 

Pode parecer um grande desafio, mas quando pensado e planejado, é possível construir casas, apartamentos e prédios comerciais. 

O orçamento é uma fase essencial para que o projeto seja viabilizado e esteja dentro da realidade financeira da construtora. Ele funciona como um guia e através dele, os engenheiros e profissionais da construção civil conseguem fazer estimativas, previsões e identificação de impactos.

Quando bem executado, o orçamento, além de gerar economia para as construtoras, garante o sucesso de um empreendimento.

Quando planejado sem as estratégias necessárias, o projeto pode ser impactado de diversas maneiras, a compra de material desnecessariamente é uma delas, além da contratação de mão de obra de modo não assertivo ou a falta de material. 

Um planejamento estratégico deve ser pensado de modo que se compreenda quais são os resultados esperados pela construtora, é preciso fazer um bom esboço e detalhar o ritmo que a obra deve seguir, os prazos de entrega de cada etapa. Pensar em pontos críticos e em como mapear soluções faz com o que o planejamento de orçamento funcione como deve.

Pensando nisso, preparamos esse material para mostrar quais são os pontos que devem ser considerados no momento em que a construtora vai criar o planejamento do orçamento de uma obra. 

Crie um projeto executivo

O sucesso de uma obra está relacionado a um bom projeto executivo. Através dele é possível detalhar os processos e lista de materiais, além disso, ele facilita o planejamento e o desenvolvimento de projetos de modo real e de maneira segura, atendendo as necessidades e viabilizando possibilidades. 

As informações que constam no projeto executivo também auxiliam o responsável pelo orçamento, lhe dando informações para realização dos cálculos de modo preciso. 

Cotação de preços de tudo que está listado no orçamento 

Realizar a cotação de preços é extremamente importante, ela direciona os padrões de eficiência necessários para a obra, além de indicar o teto de gastos. 

Todos os produtos e serviços presentes na lista devem ser cotados, pois a falta de cotação pode gerar impactos nos gastos previstos para a obra. Os menores detalhes fazem total diferença no valor, como os materiais elétricos e a mão de obra. O indicado é que tudo seja cotado com diversos fornecedores. 

Definir prazo de entrega 

Os seus clientes não querem ter que lidar com atrasos na construção e na entrega da obra. Inclusive, o tempo de obra é um fator fundamental para indicar o quanto será gasto durante a obra. 

Leve o prazo de entrega a sério, cumpra com cada uma das etapas estabelecidas no projeto, além do acompanhamento diário no canteiro de obras.

Manual interativo para o pós-obra


➤ Confira, na íntegra, o material que transformará o seu pós-obra. Revolucione!

Custos indiretos 

Não cometa o erro de não considerar os custos indiretos, eles precisam de atenção. Tudo que for utilizado durante a construção do empreendimento deve ser colocado na ponta do lápis, inclusive valores de energia elétrica, água e pequenos acabamentos. 

Para além dos materiais de construção e mão de obra, é necessário que sejam considerados os valores com documentação, taxas exigidas pela prefeitura e impostos cobrados da construtora. É essencial ter um profissional que entenda dessa temática no time ou uma empresa especializada, que o ajude nesta organização.

Quanto você pode gastar? 

Fuja da dor de cabeça e de possíveis imprevistos, eles podem levar ao endividamento da construtora. É muito importante saber quanto se pode gastar durante a obra, por isso, pensar em um sistema que te auxilie na gestão da obra, considerando o valor total e que contenha o limite de gastos que deve ser respeitado, evita que o valor seja estourado. 

Separe os itens que devem ser pagos, elencando cada um deles por prioridade. Defina o que não pode faltar na obra e que itens você pode ficar sem, ou seja, que não são extremamente necessários. 

Gestão orçamentária 

Como já dissemos, o planejamento de orçamento é a principal etapa depois da criação do projeto, ele evita que compras, contratações e locações de emergência sejam realizadas, elevando o gasto. 

Softwares de gestão contribuem para um orçamento eficiente, criando a possibilidade de análise de gastos, contribuindo para o senso crítico dos gestores da obra. 

Então, precifique todos os serviços que serão executados no projeto, pesquise alternativas no mercado, além de comparar o seu planejamento de orçamento com o de outras obras já executadas pela construtora. 

Outra dica importante é calcular os benefícios, as despesas indiretas e qual será o lucro do empreendimento. Mas o principal ponto não está relacionado às pretensões da construtora, mas em como atingir esse objetivo, garantindo que todas as partes envolvidas – de fornecedores até os proprietários – saiam satisfeitos.

 

Como planejar o seu orçamento para gastar de modo eficiente?

Leave a comment