O que é PEX e como ele é utilizado nas edificações?

PEX é a sigla para o nome Polietileno Reticulado, que é uma tubulação flexível fabricada em polietileno reticulado, podendo ser utilizada para condução de água fria e quente, gás natural ou gás GLP (gás de cozinha) e ar condicionado. 

Neste texto vamos abordar tudo o que você precisa saber sobre PEX.  Confira: 

  • O que é PEX? (sigla, criação, empresas que trabalham com a tecnologia)
  • Por que utilizar PEX ao invés do convencional? Quando devemos optar por esse material?
  • Instalação, manutenção e durabilidade?

O que é PEX? 

Como falamos no início do texto, PEX é a sigla para o nome Polietileno Reticulado, uma tubulação flexível fabricada em polietileno reticulado e pode ser utilizada para condução de variados tipos de materiais. 

Mas, o que talvez você ainda não saiba é que a tecnologia PEX foi desenvolvida pela primeira vez na Europa, em meados da década de setenta. E somente em 1984, foi inicialmente utilizada na América do Norte, na forma de piso radiante, para aquecer os ambientes.

Aqui no Brasil o PEX é utilizado desde os anos 90, essa tecnologia permite reduzir a quantidade de conexões, como joelhos e cotovelos, dando a possibilidade de abreviar o tempo de execução em até dez vezes em relação ao sistema convencional de PVC.

Hoje, no país, os principais fabricantes dessa linha de material são: Emmeti, Astra – Abegás, Barbi do Brasil, Star Pex, Tigre e Amanco. Veja, abaixo, um exemplo de instalação com PEX em um banheiro:

O que é PEX e como ele é utilizado nas edificações?Exemplo de Instalação de um banheiro com PEX. Fonte: Tigre


Por que utilizar PEX ao invés da tubulação convencional? 

A grande vantagem da utilização do PEX é a flexibilidade desse sistema, já que na sua instalação é possível fazer curvas sem a necessidade de usar conexões como cotovelos e joelhos. Isso permite diminuir o tempo de execução do serviço e também há menor perda de carga para aferição da pressão nos aparelhos que serão usados com ele. 

Olive e Pereira (2018), em seu trabalho, comparam a aplicação da tubulação de PVC (material mais comum das tubulações das edificações) com o PEX. Eles encontraram redução de cerca de 80% da perda de carga e 37% do custo com aplicação do PEX em relação ao PVC no projeto estudado.

Outro aspecto positivo a ser levado em consideração, é a diminuição de resíduos gerados pela obra, uma vez que não há desperdício de material já que a tubulação vem em bobinas e é retirado apenas o que for utilizado no ambiente. Além disso, por ser um material leve, seu transporte e armazenamento também são facilitados nesta aplicação.

Manual interativo para o pós-obra


➤ Confira, na íntegra, o material que transformará o seu pós-obra. Revolucione!

Quando devemos optar por esse material?

Ao se optar pelo uso do PEX deve-se levar em conta que a mão de obra deverá ser especializada e é preciso dispor de ferramentas adequadas para sua instalação.

Outro fator importante é o diâmetro das tubulações, diâmetros acima de 32mm apresentam maior rigidez da tubulação o que dificulta sua instalação, por isso sua aplicação é mais indicada dentro das unidades consumidoras, onde os diâmetros diminuem para a ligação dos aparelhos nos ambientes.

Veja, abaixo, um Esquema Hidráulico desenvolvido aqui na PREDIALIZE, utilizando PEX: 

O que é PEX e como ele é utilizado nas edificações? O que é PEX e como ele é utilizado nas edificações?
Esquema Hidráulico PREDIALIZE utilizando PEX

 

Como é a instalação e manutenção e durabilidade? 

Os tubos PEX são simples de instalar e se assemelham às instalações elétricas, já que os tubos passam por dentro de um conduíte, chamado tubo de bainha, e se encontram em uma central.

Uma tesoura corta-tubos é utilizada para fazer com que o produto atinja o tamanho desejado, usando um alargador ou uma prensa para fazer as conexões. Desta maneira, todo o sistema pode ser montado antes e instalado como um kit ou montado diretamente no local.

Com uma simples inspeção visual já se consegue saber se foi bem aplicado. E assim que montado, está pronto para uso, sem a necessidade de esperar tempo de cola, já que as conexões são feitas por pressão através de um anel metálico deslizante.

A manutenção desse sistema é tão simples quanto a instalação. As conexões podem ser reaproveitadas, e deve-se tomar cuidado para que os tubos não dobrem, dependendo de sua especificação ele pode ser restaurado com calor, porém, em geral recomenda-se a troca do trecho.

O PEX por ter especificações acima da norma opera com tranquilidade, tendo a vida útil estimada em 50 anos.

O que podemos concluir?  

Apesar deste material ter sido introduzido ao mercado brasileiro na década de 90, ainda é pouco utilizado nas construções. Contudo, sua aplicação poderá apresentar vantagens à construtora já que pode reduzir custos com a mão de obra e materiais. Por isso, é um sistema que deve ser levado em consideração no momento de execução dos projetos para a obra.

O que é PEX e como ele é utilizado nas edificações?

Leave a comment